CEVP: 96 anos de amor e fraternidade

CEVP: 96 anos de amor e fraternidade
Em maio o Centro Espírita Vicente de Paulo completa mais um ano de trajetória

No dia 12 de maio de 1922, nascia um foco de luz. Uma casa para abrigar conhecimento e servir de lar à caridade. Um lugar amparado pela boa vontade do ser humano e protegido por amor invisível. Nascia o CEVP.

Mais do que uma casa espírita, o Centro Espírita Vicente de Paulo é um agente de transformação. E não só a transformação de realidades, mas ainda mais importante: a transformação íntima das pessoas, inclusive as que já retornaram ao plano espiritual.
Em tempos sombrios em que o ódio e a ganância movimentam tantos interesses, espaços que favorecem a reflexão sobre a própria conduta e fomentam o exercício da bondade trazem de volta a esperança.

O Espiritismo não é só uma religião, é uma vivência. Estar verdadeiramente alinhado aos seus preceitos significa colocar em prática a todo momento o amor a Deus e ao próximo, a indulgência e, principalmente, a reforma íntima.

Há quase um centenário, todos os trabalhadores do CEVP seguem nesse caminho, divulgando a Doutrina Espírita, confortando corações aflitos, semeando em terrenos áridos e fazendo florescer onde antes nada havia. Com auxílio e proteção incessante dos benfeitores espirituais, a casa se mantém inabalável, transbordando amor e pulsando integridade.

No dia 12, só temos o que celebrar. Celebrar os 96 anos deste local abençoado. Celebrar o trabalho incansável de espíritos colaboradores da casa, encarnados e desencarnados, no caminho do bem e da evolução. Celebrar, porque o centro é obra viva do amor divino, que resplandece perante as adversidades. Celebrar, acima de tudo, por poder fazer parte desta obra de amor, que coloca a fraternidade em movimento e que rompe com o mal do mundo, fazendo a esperança renascer.
Feliz aniversário, CEVP! A nossa gratidão eterna, e que venham as próximas conquistas!

por Clara Tadayozzi da equipe de Evangelização Infanto Juvenil.