A Indulgência

A recompensa não pode ser a paga do bem que não se fez, e ainda menos do mal que se fez, fosse esse mal esquecido.Em lhe pedindo perdão de vossas transgressões, vós lhe pedis o favor de suas graças para nelas não mais cairdes; a força necessária para entrar num novo caminho, caminho de submissão e de amor, no qual podereis somar a reparação ao arrependimento.

(Allan Kardec- O Evangelho Segundo O Espiritismo).