Todos os posts de CE Vicente de Paulo

Reunião Pública:- Quarta-feira (15h30) Palestras Públicas:- Quinta-feira (20h00) Reunião Pública:- Domingo (19h00)

SETEMBRO AMARELO

O quão profano ja provou ser seu coração
Em meio a goles e goles de vivências e pensamentos
Parece uma bebida que alucina com tormentos
Aparenta falta de importância, crise existencial e o incontrolável choro em meio a escuridão
Depressão muita gente tem
Poucas sabem
A maioria julga e acha frescura
Se fosse você o ferido seria bem diferente
Te faço uma pergunta tem se livrado dos seus demônios ultimamente?
Então não julga,cala-te, o mal que os assola não deve te assombrar também
Mais do que ninguém você pensar ser nenhum
Nem todos temos algo em comum
Perdidos nessa floresta
Procuramos não ser a presa da dor
Mas lembre um dia é da caça o outro do caçador
Enquanto choram de noite em meio a escuridão
Pensamentos são mais vazios que qualquer canção
Saia do escuro e levante sua defesa para lutar
Você pode ser a luz que ilumina por onde passar
Enquanto comem unhas e peles do dedo
Alem da sua crise lhe acompanha o medo
Tratamentos não tiram o tufão que passa e destrói seus sentimentos
Vivendo suas “vidas perfeitas” procuram a perfeição, eles procuram saidas mas não encontram solução
Muitos encontram algo que lhes dê alegria
Alguns tem sorte
Outros preferem a morte
Eu prefiro poesia
Quem sofre de depressão ao passar por problemas , visa a morte como solução
Visionario
A vida lhe da problemas, mas você existe pra soluciona-los
Não viva em busca da felicidade e sim da paz e verá que a solução não é “aqui jaz”
Infelizmente
Queria poder dizer diferente
Mas a depressão tormenta muita gente
E isso não conforma
Pois eles possuem pensamentos que nem mesmo o google lhe informa
A vida eh sacrifício
Pra muitos sacrilégio
Durante a presença do seu EU interno
Acha mesmo que ele/a tem condições de falar em colégio?
Uns atormentados pela ansiedade outros pela depressão
Você é mais do que isso
Com serenidade fuja desse gosto amargo da ilusão
Viver a fantasia na realidade faz falta e te faz querer a forca
Pois diferente da fantasia a realidade te sufoca
Não era pra ser setembro amarelo e sim vermelho
Pois cada gota de sangue derramado juntas se assemelham ao mar vermelho
Porem em meio ao caos representaria toda a verdade pois amarelo representa o Sol, o mesmo que muitos não vêem brilhar
Trancados em seus quartos se preocupam apenas em chorar
Enfrentando pesadelos venho e ponho as cartas na mesa sendo aberto ou não devemos nos desviar dessa correnteza do “mar de sangue”
Ouvi que tudo passa isso seria apenas esperança
Pois se tudo passasse não teríamos lembrança
A você que tem alguém sofrendo de-lhe um abraço
Não faça descaso
Ele esta sofrendo e é interna essa dor
Ele não precisa de mentiras e sim de amor
Chave para tudo eu concordo
Dos céticos eu discordo
Durma, acorde, respire viva pois você é importante
Não pense ser insignificante pois alguém lhe ama de verdade
Se Não família tens amigos
E se mesmo assim não adiantar pode vir contar comigo
Resista, persista, não desista
Fraco é aquele que desiste sem ao menos pensar em fazer
Forte é aquele que luta , cai e tenta de novo mesmo sem saber o que pode acontecer
Sinta seus pés no chão, tu teve mais uma oportunidade , prove seu valor
Seja no desenho, na musica, ou na cantoria
Prove que eles estavam errados e que você não é um condenado
Repita isso dia após dia e verá que aquele mesmo garoto/a triste hoje transita e transmite alegria.

Por: Pedro Arthur (16 anos) – Esteve atuante na MEVP/2017.

Setembro Amarelo

Pode ser que, em algum momento de nossas vidas, desconfiemos de que alguém próximo está pensando em suicidar-se em decorrência de um grande sofrimento. Diante dessa situação, o sentimento de impotência pode se fazer presente, fazendo-nos acreditar que não há como intervir, uma vez que a pessoa parece já ter decidido encerrar a própria vida. Entretanto, ao contrário do que o senso comum tende a reproduzir, existem diversas maneiras de auxiliar essa pessoa.Se há uma desconfiança, é importante que se converse diretamente com a pessoa que está sofrendo. Um diálogo aberto, respeitoso, empático e compreensivo pode fazer a diferença. Procurar saber como a pessoa está, o que tem feito ultimamente, como está se sentindo. O foco da conversa deve ser o outro, portanto, não é recomendável: falar muito sobre si mesmo, oferecer soluções simples para os problemas que a pessoa relatar e desmerecer o que ela sente.

Essa conversa pode obter melhores resultados se for feita em um lugar tranquilo, sem pressa, respeitando o tempo da pessoa para se abrir. Caso a pessoa se sinta à vontade para compartilhar o seu sofrimento, não é indicado: rechaçar (“Credo, isso é pecado!”), esboçar expressões de choque (“Não acredito que você tá pensando nisso!”) e reprimir, caso o choro venha (“Pra que chorar? Você sempre teve tudo do bom e do melhor!”).

A escuta ativa deve sempre estar presente nesses diálogos. Uma escuta ativa consiste em realmente ouvir e compreender o que o outro diz, não apenas esperar uma pausa para poder respondê-lo. Isso não significa, no entanto, deixar a pessoa falando sozinha. Algumas pontuações que podem ser feitas consistem em: fazer perguntas abertas; fazer um breve resumo do que a pessoa falou, de tempos em tempos, para que ela saiba que você está atento ao que ela diz; retornar a algum ponto que não tenha ficado claro e tentar, ao máximo, escutá-la sem julgamentos.

Oferecer suporte emocional e informar sobre a ajuda profissional, bem como se mostrar à disposição, caso ela queira conversar novamente, são pontos importantes. Se a pessoa falar claramente sobre os seus planos de se matar e parece estar decidida quanto a isso, é primordial que ela não seja deixada sozinha. Podem ser contatados os serviços de saúde mental e familiares/amigos da pessoa. Pode ser necessário que ela fique em um ambiente seguro, sendo auxiliada por um profissional.

Se você perceber que a pessoa não se sente à vontade para se abrir, deixe claro que você estará disponível para conversar em outras oportunidades. Você também pode indicar os serviços oferecidos pelo CVV, disponível em http://www.cvv.org.br, que trabalha para promover o bem estar das pessoas e prevenir o suicídio, em total sigilo, 24h por dia.

Lorena
CVV Vitória/ES